Sobre a controvérsia da escassez dos recursos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sobre a controvérsia da escassez dos recursos

Mensagem  Susana Cabral em Ter Nov 18 2008, 12:30

Encontrei um debate interessante sobre o conceito de Ciência Econômica num blog, e aduzo para que os colegas apreciem, e se possível, exponham a respectiva opinião sobre a temática. Segue o linck do blog para quem desejar ver por inteiro o intimorato discurso do autor:
http://desempregozero.org/2008/04/02/para-um-economista-ortodoxo-economia-e-o-estudo-da-administracao-dos-recursos-escassos-para-um-economista-keynesiano-a-economia-e-o-estudo-da-administracao-da-politica-economica-do-estado-seu/

Excertos do discurso de Gustavo Antônio Galvão dos Santos, Editor.Mineiro de BH. Economista pela UFMG e mestre e doutor pelo Instituto de Economia da UFRJ.:
Economista Unodos disse:
No planeta terra, todos os fatores estão limitados. Por isso estudamos economia!!!!!!!
Não precisa gritar. Você está se baseando na célebre frase dos economistas ortodoxos:
“Economia é o estudo da administração dos recursos escassos”.
Na minha opinião, é um autoritarismo definir nossa ciência de uma forma que só é aceita pelos economistas ortodoxos. Para nenhuma outra corrente essa definição é válida.
Para um economista keynesiano essa definição é equivocada. Para um keynesiano os únicos atributos corretos nessa afirmativa são: estudo e administração.
Para um keynesiano: “A economia é o estudo da administração da política econômica do Estado seus condicionantes e suas implicações”.
Os keynesianos sabem que não há riscos de esgotamento de nenhum material não substituível nos próximos 100 anos, portanto, como sua teoria é para administração do Estado para no máximo algumas gerações à frente, não precisa dar grande importância ao fato de que em 100 anos é possível que alguns recursos possam ficar “escassos”. Os economistas ortodoxos também fazem na maior parte do tempo teoria para ser aplicada no presente ou poucos anos à frente e inventam para ludibriar essa história de que estão “administrando recursos escassos”.
Os keynesianos sabem que a mão-obra-obra não é escassa e existe desemprego, o minério de ferro não é escasso e dura mil anos, mesmo sem reciclagem de aço, o carvão não é escasso e dura 500 anos, o petróleo não é escasso e dura 100 anos, que há muitas fontes alternativas de energia, que a tecnologia descobre sempre maneiras de economizar ou substituir insumos caros, mesmo aqueles que possam ter durações mais curtas. Por exemplo, o Jacarandá da Bahia, que era uma madeira de qualidades inigualáveis foi praticamente extinto e nada demais aconteceu. Se por acaso o níquel ficar escasso o aço inoxidável poderá ser usado utilizando outros metais como o cromo ou ser substituído por tipos diversos de alumínio, titânio, plásticos de engenharia, aço galvanizado, cerâmicas de última geração ou novos materiais que inventam toda semana. A única função econômica útil que pode ser escassa no longo prazo para a humanidade é o trabalho humano. Mas se isso acontecer, não precisamos nos preocupar. Não haverá desemprego.

A definição de ciência econômica é a mesma da economia política:
“A ciência econômica é o estudo da administração da política do Estado do ponto de vista de seus condicionantes, objetivos e implicações”

Depois da leitura desses trechos e ademais leituras, que por ventura tenham feito, pergunta-se:
Você discorda da escassez dos recursos, assim como o autor? Quais perspectivas plausíveis você usa para sustentar sua opinião?

Susana Cabral
Admin

Mensagens : 6
Data de inscrição : 04/11/2008

Ver perfil do usuário http://cienciaseconomicas.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

A Controvérsia da escassez dos recursos

Mensagem  Vanuzia em Ter Nov 25 2008, 15:43

Quero muito agradecer a Monitora Suzana, pela idéia do forum, pois através dele, o bombardeio de informações, a necessidade de buscar ainda mais conhecimentos, sobre o assunto só aumentou, ajudando com isso, o enriquecimento do saber.
Apesar de considerar-me, ainda, na busca por estas respostas, concordo com o autor, pois acredito na má distribuição da renda, no desemprego dos recursos, de maneira satisfatória para comunidade. Esta "alocação dos recursos escassos" previstas pelos economistas mais ortodoxos, segundo o autor, favorece muito ao enriquecimento de uns poucos, deixando muitos, completamente fora do uso pleno destes recursos, pois não possuem liquidez suficiente, ou quase nenhuma, para fazer parte do mundo do consumo.
Espero retornar a este assunto com argumentos e modelos mais satisfatórios.
Abraços.
Vanuzia.

Vanuzia

Mensagens : 1
Data de inscrição : 25/11/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sobre a controvérsia da escassez dos recursos

Mensagem  Susana Cabral em Ter Nov 25 2008, 19:34

Vanúzia, eu é que fico grata!
Gostei muito de sua colaboração (e de seus argumentos) no fórum; espero "encontrá-la mais vezes por aqui"!
Um abraço saudoso,
Susana

Susana Cabral
Admin

Mensagens : 6
Data de inscrição : 04/11/2008

Ver perfil do usuário http://cienciaseconomicas.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sobre a controvérsia da escassez dos recursos

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum